Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

19
Jun 09

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 A Câmara Municipal de Braga está "interessada e disponível" para integrar o projecto da candidatura ibérica ao Mundial de futebol de 2018 ou 2022, revelou Mesquita Machado.


O autarca foi contactado pelo presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madail, que recebeu de Mesquita Machado a total disponibilidade para se aliar à candidatura e disponibilizar uma solução para adequar a lotação do Estádio Municipal de Braga às exigências da FIFA.


"Já tive uma conversa com o presidente da FPF e transmiti-lhe que estamos perfeitamente disponíveis para participar nesse evento e colaborar com as nossas instalações", afirmou o responsável.


O novo recinto tem capacidade para 31.000 lugares, mas os requisitos da FIFA para as candidaturas a um Mundial fixam um mínimo de 40.000 cadeiras, exigência que Mesquita Machado diz ser "exequível e ultrapassável, sem grandes custos".


"Essa exigência é perfeitamente possível de ser contornada. O estádio tem capacidade para 31.000 lugares, mas pode ser instalada uma bancada suplementar no topo Norte para resolver essa questão", explicou o autarca.


Braga junta-se, desta forma, a Faro e Loulé, outros dois municípios, que repartem a gestão do Estádio Algarve, que já transmitiram a disponibilidade em integrar também a candidatura de Portugal e Espanha ao Mundial de 2018 ou 2022.


Tal como terá de suceder com o Estádio Municipal de Braga, também o Estádio Algarve, actualmente com capacidade para 30.000 lugares, teria de ser alvo de uma ampliação, que substituiria as bancadas provisórias dos dois topos do recinto.


Caso Braga e Algarve avancem, Portugal passaria a ter cinco estádios "elegíveis" para a candidatura com Espanha, com os dois recintos a juntarem-se à Luz (65.000), Alvalade (50.000) e Dragão (52.200), até ao momento os três únicos recintos lusos que respeitam os critérios da FIFA.


No plano ibérico, a oferta alargar-se-ia para um total de 14 estádios com capacidade para integrar uma candidatura e ofereceria ao lado português uma projecção do território de Norte a Sul
».

 

publicado por paradiselost às 10:30

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
20

21
24
25
26
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO