Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

27
Jul 05
Falar sobre Alberto João Jardim devia ser mais do que apontar e criticar a sua forma de ser e de se expressar. Ele é muito mais do que isso.
O trabalho que está a ser feito para deteriorar a imagem de Jardim promovendo uma certa ideia de senilidade política e pessoal é um feitiço com efeito boomerang.
As mais recentes manifestações violentas do líder regional serão obra do acaso? Que prentendia provar ao expressá-las? E que ilação tirou Jardim das consequências das suas palavras, do alarde nacional que mais uma vez consegui provocar?
Voltou-se a escrever muito contra ele e a "barafustar". Houve quem, como Sérgio Figueiredo, tivesse conseguido dizer num, editorial totalmente dedicado a Jardim, que ele não para ser levado a sério. Impressionante, não é?

Vivemos num país democrático e livre. Uma liberdade que nos permite a expressão mais rude dos nossos pensamentos e a manifestação de ideias radicais sob a capa de malabarismo verbais. É a mesma liberdade que nos permite escolher, aceitar ou recusar, dar atenção às opiniões do nosso vizinho.
A escolha dos meios de comunicação social é suficientemente clara desde há muitos anos. Jardim tornou-se objecto e objectivo mediático. Não é estranho utilizar os impropérios de Jardim para atacá-lo pessoalmente e o projecto que desenvolveu para a Madeira, a sua personalidade e o seu legado (que é já incontornável e por isso alvo de invejas) e simultaneamente tirar proveito do seu mediatismo para garantir audiências? Onde está a coluna vertebral dos jornais, televisões e rádios quando repudiam Jardim, através de notícias ou de comentários, e não hesitam em servir-se da sua imagem de espírito inconformado para prender a atenção dos portugueses e para criar factos políticos?
Todos nós, de uma forma ou de outras, repudiamos a nossa consciência activa. Jardim é essa consciência dos potugueses. Só isso dá que falar...

Cicero de Braga
publicado por Marco Freitas às 11:36

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO