Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

29
Out 08
A administração do Canal de Língua Portuguesa (CLP TV) comunicou ontem a decisão de encerrar a actividade aos 27 trabalhadores da empresa, que vão ser todos despedidos no fim deste mês, avança a edição online do semanário Expresso.
"Só temos duas soluções: ou declarar falência ou manter a empresa, mas sem qualquer actividade nem empregados", foi assim que Joaquim Santos, presidente do Conselho de Administração (CA), apresentou a situação aos funcionários.

A empresa estará afogada em dívidas aos fornecedores de conteúdos e de meios de difusão, segundo avança o Expresso. A CLP TV já nem sequer pagava, desde há alguns meses, a renda de cerca de 100 mil euros mensais pelo aluguer de equipamento e das instalações em Paris, acrescenta o semanário.

A estação emitia desde 2 de Julho de 2007, mas já tinha suspendido as emissões - oficialmente por "razões técnicas e administrativas" - desde o dia 7 deste mês.

Fundada por 30 grandes empresários portugueses em França sem qualquer experiência no sector audiovisual, a empresa conheceu diversos problemas durante a curta existência, essencialmente devido a conflitos permanentes entre os accionistas. No total, os empresários terão investido no canal cerca de 8 milhões de euros.

Um empresário português da área da construção e imobiliário (António de Sousa) e outro (César Jerónimo ) dono de uma frota de mais de 200 táxis, na região de Paris, foram os dois accionistas que mais investiram no canal CLP TV.

Fonte: DD
publicado por Marco Freitas às 15:19

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
18

19
21
22
24
25

26
27
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO