Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

14
Jan 10

 

 O chefe executivo do maior grupo privado de mass media de Chipre foi baleado mortalmente à porta de casa, em Nicosia.

 

Andis Hadjikostis dirigia o Grupo Dias. No país especula-se sobre as razões do assassinato. Julga-se que na origem deste acto estiveram razões políticas relacionadas com o início de negociações entre as parte gregas e turcas de Chipre.

O Grupo de media em questão controla a Sigma Television, o canal que lidera o ranking nacional e o Simerini, um jornal nacionalista que se opõe aos esforços da Nações Unidas para a reunificação da ilha.

 

Este caso adensa o número de vítimas neste sector de actividade. Apesar de se afirmar que a liberdade de expressão e de imprensa são um dado adquirido, a verdade é que encontramos diariamente casos que revelam fortes atropelos a estes direitos. Alguns, inclusive, alimentados pelos próprios profissionais.

 

Esta caso levanta ainda a questão da participação social activa dos media. Até que ponto os jornalistas e os meios que representam devem assumir e defender abertamente causas. Se por um lado, temos a questão da transparência dos jornalismo praticado, por outro temos o risco da insegurança...

 

São questões que acrescentam problemas a uma classe actualmente muito desorientada e em risco.

 

Marco Freitas 

publicado por Marco Freitas às 15:01

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO