Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

04
Jan 10

Conteúdos 'online'  têm de ser rentáveis

O futuro dos jornais sem o recurso à Internet é uma inevitabilidade. A grande dúvida é como rentabilizar esse novo modelo.

 

Encontrar um novo modelo de negócio para a imprensa, que inclua a rentabilização da informação disponibilizada através da Internet, é a grande dor de cabeça dos empresários dos media.

 

E se alguns já se atreveram a dar um primeiro passo, passando a cobrar pelo acesso a conteúdos online, a maioria está ainda a estudar qual a melhor forma de o fazer.

 

Os estudos de mercado realizados durante 2009 por várias entidades não ajudam.

 

De entre sete inquéritos levados a cabo nos mercados considerados mais maduros, a percentagem de utilizadores de Internet que se mostra disponível para pagar pela informação online varia tanto que se torna difícil perceber se uma decisão dessas terá êxito ou não.

 

Por exemplo, um estudo britânico da PCUK/Harris Poll refere que apenas 5% dos inquiridos pagariam por notícias na Internet, enquanto um estudo do Boston Consulting Group aponta uma percentagem de 48%.

 

Para além do pagamento pelo acesso aos conteúdos online, há também quem defenda medidas mais abrangentes como a criação de uma taxa a pagar na factura do serviço de Internet e a distribuir pelos fornecedores.

 

Esta ideia é defendida, por exemplo, por Gustavo Cardoso, presidente do Observatório da Comunicação.

 

Em França, e enquanto os empresários procuram a melhor forma de rentabilizar as plataformas digitais, o executivo de Nicolas Sarkozy decidiu apoiar a imprensa na Internet.

 

Para isso criou uma linha de apoio às empresas de informação na net, num total de 60 milhões de euros disponíveis nos próximos três anos, sendo as verbas atribuídas de acordo com os projectos apresentados.

publicado por paradiselost às 16:25

 Uma lista de ideias para enfrentar a relação dos jornalistas com o mundo da tecnologia. Um contributo para que os jornalista não seja "escravo da tecnologia". 

 

 

 

 

 

publicado por Marco Freitas às 10:23

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO