Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

06
Nov 09

No âmbito das comemorações dos dez anos do OberCom, realizar-se-ão até ao final do ano três eventos dedicados aos media e à investigação na área da comunicação.

 

O primeiro consiste numa conferência organizada pela revista OBS*Observatório, que o OberCom tem vindo a publicar de forma regular ao longo dos anos.

 

Terá lugar no dia 23 de Novembro de 2009, no ISCTE, contando com a presença de personalidades de renome na área dos media, nomeadamente o Prof. François Bar e o Prof. Jon Taplin.

 

Na mesma semana, o OberCom promove em colaboração com a rede de investigação europeia COST, uma Training School para jovens investigadores, que decorrerá em Lisboa, e cujo tema se centra na discussão dos impactos da migração da televisão para o digital.

 

Por fim, será lançado a 9 de Dezembro no Palácio Foz o livro “Media, Redes e Comunicação: Futuros Presentes”, editado pelos três Presidentes do OberCom ao longo destes dez anos, Gustavo Cardoso, Luis Landerset e Rui Cádima.

publicado por paradiselost às 17:05

 VEJA AQUI COMO O PAÍS ESTÁ LOUCO....

 

 

Os jornais do país

publicado por Marco Freitas às 09:56

05
Nov 09

 

 

 

Leonel Freitas, ainda director do canal de televisão madeirense anunciou a sua demissão. O anuncio é hoje notícia nos matutinos regionais. O jornalista vai continuar a sua missão e o director passa a batuta...

 

Sobre os resultados da direcção de Leonel Freitas, só um pequeno grupo de pessoas, desta Região, é que por cegueira bacoca e inveja crónica não consegue reconhecer o trabalho feito e  

a dimensão que o canal atingiu localmente. 

 

Para o que vem, o desafio é o de fazer sempre melhor sem perder a qualidade conquistada... Falo, essencialmente, da qualidade de conteúdos, do nível de participação livre e diverso. 

 

A RTP-Madeira não precisa de politiquice e de politiqueiros. O canal só precisa de condições, logísticas, humanas e financeiras, para continuar a fazer o serviço público de que é responsável. 

 

Ao Leonel Freitas, o autor deste blog deve o maior respeito, pela cordialidade, pela confiança e pelo "berço" que sempre mostrou em todas as ocasiões... Coisa rara nos dias que correm...

 

Marco Freitas

autor do *astrisco*

Comentador RTP-Madeira

 

 

In Jornal da Madeira

 

Leonel deixa cargo de director na RTP/M

 


publicado por Marco Freitas às 14:48

03
Nov 09

Futuro da medição dos Media On-line em debate

O I-COM (International Conference on Online Media Measurement) vai realizar em Lisboa, no próximo dia 26 de Novembro, uma mesa-redonda para debater o futuro da medição dos meios online.

 

O evento, que conta com o apoio da CAEM (Comissão para a Análise dos Estudos de Meios), decorre no Hotel Ritz e vai focar temas como a “medição multiplataforma dos meios audiovisuais” e a “medição das redes sociais”.

 

Guy Philipsson, CEO do International Advertising Bureau UK será o orador convidado desta “I-COM National Roundtable”.

O evento, segundo adianta um comunicado da organização, vem antecipar o “I-COM Global Summit”, a realizar em Março de 2010, em Lisboa, e segundo Luís Mergulhão, Presidente da CAEM e CEO do Omnicom Media Group em Portugal, este “é um excelente momento de iniciar o debate sobre o futuro das medições Online”, bem como “um sinal do empenho da CAEM em se encontrar na vanguarda das novas abordagens ao desafio da medição de audiências, em Portugal”.

Durante a “roundtable” a CAEM vai ainda apresentar “os seus planos para um futuro próximo que incluirão o recurso a novas formas de medição de audiências através de diferentes meios em diferentes plataformas”, conta a organização.                 

O “I-COM National Roundtable” Portugal é um evento de acesso exclusivo por convite e limitado a 60 pessoas, sendo essa gestão da responsabilidade da CAEM.

publicado por paradiselost às 17:31

O desenvolvimento da Televisão Digital Terrestre, uma revisão da Lei da Rádio e a aprovação de regras sobre a concentração dos media são os principais temas de Comunicação Social definidos no programa do Governo.

 

De acordo com o documento, hoje aprovado e entregue no Parlamento, o Governo pretende concluir o processo de operacionalização da televisão digital terrestre (TDT), incluindo uma definição em relação ao agora suspenso concurso para o quinto canal de televisão em sinal aberto.

 

O Governo "dará sequência ao processo de adaptação do sector ao novo contexto tecnológico e empresarial, procedendo à conclusão do processo de operacionalização da TDT, definindo o modelo de desenvolvimento da plataforma de acesso livre com base numa oferta ampliada de serviços de programas e respeitando o prazo determinado para o switch-off [desligamento do sinal] analógico", refere o programa.

 

Além disso, o Governo compromete-se a atribuir a novos serviços de comunicação social o espectro radioeléctrico libertado pela digitalização das emissões de televisão.

 

O sector da rádio estará igualmente em foco, já que o Governo pretende avançar com uma revisão da Lei da Rádio com vista a "dinamizar e fortalecer o papel das rádios locais e de preparar a transição das emissões hertzianas terrestres para o ambiente digital"

 

Também a lei para a não concentração e pluralismo dos meios de comunicação social - aprovada este ano e vetada por duas vezes pelo Presidente da República - será novamente uma prioridade do Governo.

 

Em relação ao serviço público, o Governo socialista pretende rever o contrato de concessão "firmando a RDP como rádio de referência" e mantendo o cumprimento "do acordo de reestruturação financeira da RTP".

 

Também a relação contratual entre o Estado e a agência Lusa será mantida nos moldes actuais.

 

No quadro dos incentivos à comunicação social, o Governo quer centrar-se na promoção de “projectos que representem um efectivo acréscimo de valor social e cultural”, nomeadamente através da criação de meios comunitários - não comerciais e com finalidade predominantemente social - e de incentivos para que os media promovam hábitos de leitura.

 

O Governo pretende ainda concluir a transposição da directiva comunitária sobre os meios de comunicação social audiovisual, "no sentido de permitir o desenvolvimento de novos serviços de comunicação social" e flexibilizar "as regras sobre publicidade televisiva".

publicado por paradiselost às 00:09

02
Nov 09

(João Gomes Oliveira)

 

O director-geral do Sporting de Braga vai apresentar uma queixa-crime contra Luís Filipe Vieira e Rui Costa, presidente e administrador da SAD do Benfica, tendo revelado que recebeu "ameaças que colocam em causa a própria vida".

 

João Gomes frisou, à agência Lusa, que a queixa-crime é em nome pessoal: "Fui insultado e denegrido na minha honra e bom-nome. Houve ainda ameaças que colocam em causa a minha integridade física e a minha própria vida quando o Sporting de Braga se deslocar ao Estádio da Luz", revelou.

 

Segundo o dirigente bracarense, Luís Filipe Vieira, para além de o "insultar e ameaçar verbalmente em alto e bom som, só não partiu para a agressão física" porque João Gomes não respondeu "e porque, nesse momento, chegou ao local o presidente do Sporting de Braga, que acalmou a situação".

 

O responsável revelou ainda que "Rui Costa, no intervalo da partida, feriu a honra e dignidade do Sporting de Braga com palavras produzidas num local onde se encontravam agentes da autoridade".

 

"Uma atitude que é uma das suas imagens de marca nos túneis dos estádios de futebol um pouco por todo o país a avaliar pelos castigos que lhe foram aplicados pela Liga na época passada e por acontecimentos recente", apontou.

 

O director-geral do clube líder do campeonato diz, contudo, "não confundir a instituição Benfica com os seus actuais representantes, sendo de lamentar a postura e comportamentos indecorosos e inqualificáveis, que não se compadecem com a respeitabilidade que aquela instituição desportiva merece".

 

A queixa-crime vai ser interposta com base nos acontecimentos verificados no intervalo e no final do jogo entre as duas equipas, sábado, da nona jornada da liga de futebol, que terminou com a vitória dos minhotos (2-0) e que ficou marcado pela grande confusão à entrada para o túnel, no final da primeira parte.

 

Dela resultou a expulsão de Cardozo, do Benfica, e André Leone, do Sporting de Braga, e jornais de hoje revelam que o clube da Luz tenciona apresentar uma queixa-crime contra desconhecidos junto do Ministério Público, por uma alegada agressão a Ramires por parte de um elemento da empresa de segurança privada do Estádio Municipal de Braga.

publicado por paradiselost às 18:36

Paulo Ferreira assume direcção de economia da RTP a 16 de Novembro

Paulo Ferreira, antigo subdirector do Público, assume, no próximo dia 16 de Novembro, as funções de editor de Economia da RTP, confirmou ao Briefing junto do director de informação da estação, José Alberto Carvalho.

 

Esta notícia surge na sequência das mudanças na direcção do Público, com a saída de José Manuel Fernandes, que se mantinha à frente do Jornal há já 11 anos, e da sua substituição por Bárbara Reis, que assumiu as funções este domingo.

publicado por paradiselost às 18:23

teixeira-duarte.jpg

A By é agência que assina o projecto gráfico, paginação e produção de um livro da construtora Teixeira Duarte que homenageia os colaboradores que completaram três décadas ao serviço da empresa.

 

O livro apresenta, não apenas as pessoas, mas também a vida da Teixeira Duarte há 30 anos (em 1979), com factos históricos, projectos em desenvolvimento e dados pitorescos da época.

 

A ideia é tornar o livro numa publicação coleccionável, que terá uma nova edição a cada ano.

publicado por paradiselost às 16:28

Ver imagem em tamanho real

 

 

 

 

WPP, Publicis e Omnicom divulgaram no final da semana passada os resultados financeiros globais referentes aos primeiros nove meses do ano.

 

Os números acompanham a contracção do mercado. As receitas da WPP cairam 8,7%, mas o grupo de Martin Sorell relembrou que países como a França, Alemanha e EUA já saíram da recessão, apesar de ainda não apresentarem sinais claros de crescimento.

 

Já a Interpublic, apresentou uma quebra de 11,8% desde o início do ano. No entanto, o terceiro trimestre chegou a uma contracção de 14,2%.

 

“Durante o trimestre, a crise económica continuou a pesar nos nossos resultados”, declarou Michael Roth, chairman do grupo.

 

Menos negativos são os números da Publicis, de Janeiro até Setembro o grupo viu as suas receitas diminuiram 7,4%.

 

“O mercado publicitário começa a recuperar mas de uma forma lenta e progressiva.

 

Os primeiros números de crescimento sustentável deverão aparecer na segunda metade de 2010″, declarou o grupo.

publicado por paradiselost às 15:37

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
19
21

24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO