Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

17
Nov 09

O Mirante - Diário Online

 

O semanário regional O Mirante assinalou esta segunda-feira o seu 22º aniversário anunciando uma parceria com os CTT que vai permitir ao jornal "sair do sistema do porte-pago até final de Janeiro [de 2010]".

 

 

Em editorial na primeira página de uma edição especial com 88 páginas, o director-geral do jornal, Joaquim Emídio, afirma que a partir do final de Janeiro o Mirante vai retomar "uma nova política de preços e de condições de assinatura que permitirá "aumentar ainda mais a influência junto dos leitores e anunciantes".

 

"Esta edição de aniversário está a chegar pela primeira vez a muitos leitores que, provavelmente, nunca receberam um jornal na sua caixa de correio.

 

A parceria com os CTT vai permitir implementar novas regras na distribuição do jornal e na angariação de assinantes", escreve.  

 

Para 2010, o Mirante tem por meta implantar-se em concelhos como Ourém e Rio Maior, onde ainda não tem presença significativa, alargando a sua área de influência a 23 municípios, e continuar a expansão nos de Vila Franca de Xira e Benavente.  

 

"Vamos continuar a mostrar que a imprensa regional tem futuro e que o jornalismo de proximidade é um serviço público que ainda tem muito para dar às nossas comunidades", acrescenta.  

 

A edição especial conta com textos de opinião de personalidades da região e dos jornalistas da redacção, recuperando ainda algumas das entrevistas publicadas pelo jornal nos últimos anos.

publicado por paradiselost às 15:46

twitter_logo.jpg

A rede social Twitter considera vir a cobrar taxas de utilização às companhias que utilizem os seus serviços.

 

As empresas que utilizem a plataforma para divulgar e comercializar os seus produtos podem assim vir a pagar uma “fee”, segundo anunciou Biz Stone, co-fundador do Twitter, ao Marketing Magazine.

Biz Stone referiu que, com o pagamento, as empresas poderão aceder às ferramentas de marketing, que a rede social visa vir a disponibilizar muito em breve.

 

Sem adiantar detalhes sobre as novas funcionalidades, acrescentou apenas que o Twitter pretende ainda lançar uma plataforma que dará informações aos seus subscritores acerca dos comportamentos dos utilizadores do serviço.

publicado por paradiselost às 15:41

A Antena 1 está a preparar-se para lançar “em breve” a webrádio Antena 1 - Vida, avançou ao M&P Jorge Alexandre Lopes, director adjunto de novas plataformas da RTP.

 

O canal, explica o responsável, é “uma declinação da Antena 1″ e resulta de uma “agregação de conteúdos de interesse para o cidadão”, tanto na área de saúde, como economia e vida privada, descreve.

 

A novidade do canal, explica ainda Jorge Alexandre Lopes, reside no facto de reunir no mesmo espaço conteúdos de diversos programas do universo RTP, tanto de rádio, como de televisão.

 

Programas da Sociedade Civil, Jogo da Língua, Causas Públicas, Saber Comer, entre outros, poderão assim ser encontrados no Antena 1 - Vida.

 

O canal é uma webrádio, correspondendo a um “alinhamento em directo do que está a acontecer”, mas no caso dos programas de televisão, está igualmente disponível o vídeo do formato em questão, bem como outros episódios.

 

“Chamar a atenção para os programas que o grupo RTP tem disponíveis nos chamados conteúdos de serviço público” é um dos objectivos do canal.

 

Antena 1 - Vida é uma das webrádios “estratégicas” que a área de rádio do grupo tem vindo a juntar ao seu portfólio, onde se encontra a rádio Lusitânia, estando previsto para o próximo ano o lançamento de “no mínimo seis canais novos”, além de uma série de novas webrádios ditas de ocasião, como a rádio Mundial, a comemorativa dos 200 anos de Chopin ou a rádio Schumann, exemplifica Jorge Alexandre Lopes.

 

“À semelhança da Antena 1 está previsto começarmos a fazer declinações da Antena 3 com uma especificidade maior”, revela o director adjunto de novas plataformas da RTP, preferindo não adiantar mais pormenores.

 

Entretanto, adianta ainda o responsável, a área rádio da RTP passou a distribuir o sinal via satélite, à semelhança de outras rádios nacionais privadas.

 

“Era a única grande rádio do país que não o fazia”, diz. Uma melhor qualidade de som e menores riscos em termos de distribuição do sinal foram os factores que pesaram na decisão.

publicado por paradiselost às 15:36

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
19
21

24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Contador de Visitas
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO