Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

03
Nov 09

Futuro da medição dos Media On-line em debate

O I-COM (International Conference on Online Media Measurement) vai realizar em Lisboa, no próximo dia 26 de Novembro, uma mesa-redonda para debater o futuro da medição dos meios online.

 

O evento, que conta com o apoio da CAEM (Comissão para a Análise dos Estudos de Meios), decorre no Hotel Ritz e vai focar temas como a “medição multiplataforma dos meios audiovisuais” e a “medição das redes sociais”.

 

Guy Philipsson, CEO do International Advertising Bureau UK será o orador convidado desta “I-COM National Roundtable”.

O evento, segundo adianta um comunicado da organização, vem antecipar o “I-COM Global Summit”, a realizar em Março de 2010, em Lisboa, e segundo Luís Mergulhão, Presidente da CAEM e CEO do Omnicom Media Group em Portugal, este “é um excelente momento de iniciar o debate sobre o futuro das medições Online”, bem como “um sinal do empenho da CAEM em se encontrar na vanguarda das novas abordagens ao desafio da medição de audiências, em Portugal”.

Durante a “roundtable” a CAEM vai ainda apresentar “os seus planos para um futuro próximo que incluirão o recurso a novas formas de medição de audiências através de diferentes meios em diferentes plataformas”, conta a organização.                 

O “I-COM National Roundtable” Portugal é um evento de acesso exclusivo por convite e limitado a 60 pessoas, sendo essa gestão da responsabilidade da CAEM.

publicado por paradiselost às 17:31

O desenvolvimento da Televisão Digital Terrestre, uma revisão da Lei da Rádio e a aprovação de regras sobre a concentração dos media são os principais temas de Comunicação Social definidos no programa do Governo.

 

De acordo com o documento, hoje aprovado e entregue no Parlamento, o Governo pretende concluir o processo de operacionalização da televisão digital terrestre (TDT), incluindo uma definição em relação ao agora suspenso concurso para o quinto canal de televisão em sinal aberto.

 

O Governo "dará sequência ao processo de adaptação do sector ao novo contexto tecnológico e empresarial, procedendo à conclusão do processo de operacionalização da TDT, definindo o modelo de desenvolvimento da plataforma de acesso livre com base numa oferta ampliada de serviços de programas e respeitando o prazo determinado para o switch-off [desligamento do sinal] analógico", refere o programa.

 

Além disso, o Governo compromete-se a atribuir a novos serviços de comunicação social o espectro radioeléctrico libertado pela digitalização das emissões de televisão.

 

O sector da rádio estará igualmente em foco, já que o Governo pretende avançar com uma revisão da Lei da Rádio com vista a "dinamizar e fortalecer o papel das rádios locais e de preparar a transição das emissões hertzianas terrestres para o ambiente digital"

 

Também a lei para a não concentração e pluralismo dos meios de comunicação social - aprovada este ano e vetada por duas vezes pelo Presidente da República - será novamente uma prioridade do Governo.

 

Em relação ao serviço público, o Governo socialista pretende rever o contrato de concessão "firmando a RDP como rádio de referência" e mantendo o cumprimento "do acordo de reestruturação financeira da RTP".

 

Também a relação contratual entre o Estado e a agência Lusa será mantida nos moldes actuais.

 

No quadro dos incentivos à comunicação social, o Governo quer centrar-se na promoção de “projectos que representem um efectivo acréscimo de valor social e cultural”, nomeadamente através da criação de meios comunitários - não comerciais e com finalidade predominantemente social - e de incentivos para que os media promovam hábitos de leitura.

 

O Governo pretende ainda concluir a transposição da directiva comunitária sobre os meios de comunicação social audiovisual, "no sentido de permitir o desenvolvimento de novos serviços de comunicação social" e flexibilizar "as regras sobre publicidade televisiva".

publicado por paradiselost às 00:09

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
19
21

24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Contador de Visitas
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO