Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

02
Nov 09

(João Gomes Oliveira)

 

O director-geral do Sporting de Braga vai apresentar uma queixa-crime contra Luís Filipe Vieira e Rui Costa, presidente e administrador da SAD do Benfica, tendo revelado que recebeu "ameaças que colocam em causa a própria vida".

 

João Gomes frisou, à agência Lusa, que a queixa-crime é em nome pessoal: "Fui insultado e denegrido na minha honra e bom-nome. Houve ainda ameaças que colocam em causa a minha integridade física e a minha própria vida quando o Sporting de Braga se deslocar ao Estádio da Luz", revelou.

 

Segundo o dirigente bracarense, Luís Filipe Vieira, para além de o "insultar e ameaçar verbalmente em alto e bom som, só não partiu para a agressão física" porque João Gomes não respondeu "e porque, nesse momento, chegou ao local o presidente do Sporting de Braga, que acalmou a situação".

 

O responsável revelou ainda que "Rui Costa, no intervalo da partida, feriu a honra e dignidade do Sporting de Braga com palavras produzidas num local onde se encontravam agentes da autoridade".

 

"Uma atitude que é uma das suas imagens de marca nos túneis dos estádios de futebol um pouco por todo o país a avaliar pelos castigos que lhe foram aplicados pela Liga na época passada e por acontecimentos recente", apontou.

 

O director-geral do clube líder do campeonato diz, contudo, "não confundir a instituição Benfica com os seus actuais representantes, sendo de lamentar a postura e comportamentos indecorosos e inqualificáveis, que não se compadecem com a respeitabilidade que aquela instituição desportiva merece".

 

A queixa-crime vai ser interposta com base nos acontecimentos verificados no intervalo e no final do jogo entre as duas equipas, sábado, da nona jornada da liga de futebol, que terminou com a vitória dos minhotos (2-0) e que ficou marcado pela grande confusão à entrada para o túnel, no final da primeira parte.

 

Dela resultou a expulsão de Cardozo, do Benfica, e André Leone, do Sporting de Braga, e jornais de hoje revelam que o clube da Luz tenciona apresentar uma queixa-crime contra desconhecidos junto do Ministério Público, por uma alegada agressão a Ramires por parte de um elemento da empresa de segurança privada do Estádio Municipal de Braga.

publicado por paradiselost às 18:36

Paulo Ferreira assume direcção de economia da RTP a 16 de Novembro

Paulo Ferreira, antigo subdirector do Público, assume, no próximo dia 16 de Novembro, as funções de editor de Economia da RTP, confirmou ao Briefing junto do director de informação da estação, José Alberto Carvalho.

 

Esta notícia surge na sequência das mudanças na direcção do Público, com a saída de José Manuel Fernandes, que se mantinha à frente do Jornal há já 11 anos, e da sua substituição por Bárbara Reis, que assumiu as funções este domingo.

publicado por paradiselost às 18:23

teixeira-duarte.jpg

A By é agência que assina o projecto gráfico, paginação e produção de um livro da construtora Teixeira Duarte que homenageia os colaboradores que completaram três décadas ao serviço da empresa.

 

O livro apresenta, não apenas as pessoas, mas também a vida da Teixeira Duarte há 30 anos (em 1979), com factos históricos, projectos em desenvolvimento e dados pitorescos da época.

 

A ideia é tornar o livro numa publicação coleccionável, que terá uma nova edição a cada ano.

publicado por paradiselost às 16:28

Ver imagem em tamanho real

 

 

 

 

WPP, Publicis e Omnicom divulgaram no final da semana passada os resultados financeiros globais referentes aos primeiros nove meses do ano.

 

Os números acompanham a contracção do mercado. As receitas da WPP cairam 8,7%, mas o grupo de Martin Sorell relembrou que países como a França, Alemanha e EUA já saíram da recessão, apesar de ainda não apresentarem sinais claros de crescimento.

 

Já a Interpublic, apresentou uma quebra de 11,8% desde o início do ano. No entanto, o terceiro trimestre chegou a uma contracção de 14,2%.

 

“Durante o trimestre, a crise económica continuou a pesar nos nossos resultados”, declarou Michael Roth, chairman do grupo.

 

Menos negativos são os números da Publicis, de Janeiro até Setembro o grupo viu as suas receitas diminuiram 7,4%.

 

“O mercado publicitário começa a recuperar mas de uma forma lenta e progressiva.

 

Os primeiros números de crescimento sustentável deverão aparecer na segunda metade de 2010″, declarou o grupo.

publicado por paradiselost às 15:37

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
19
21

24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Contador de Visitas
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO