Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

01
Out 09

Laptop TV

O crescimento do investimento publicitário em Portugal só deverá voltar a registar valores positivos em 2010, segundo as últimas estimativas apresentadas hoje pela Carat, que prevêem uma subida de 1,6% a preços correntes.

Esta previsão é considerada “cautelosa” por André Freire de Andrade, presidente executivo da Carat Portugal, “com uma projecção de manutenção de mercado , +1,6% em linha com a inflação”.

 

“No entanto, o mercado começa a mostrar sinais positivos, pelo que poderemos eventualmente ver a nossa estimativa para 2011 de +5% para 2010”, acrescenta.

Até ao final do ano, esta projecção aponta para uma descida de 18,1% no investimento publicitário face ao ano anterior, quando as previsões de Março davam conta de uma quebra de 11,7%.

 

Por meio, o documento indica que a televisão e a rádio deverão sofrer uma queda na ordem dos 15%, enquanto a imprensa deverá baixar 25%. Já “Internet” registará uma subida de 10%.

publicado por paradiselost às 16:51

Regulador da Internet mais independente face aos EUA

O novo acordo hoje alcançado, definido entre o Departamento de Comércio norte-americano e o ICANN, vai tornar o organismo responsável pelos domínios Web mais independente dos EUA e aberto à participação de outros países, o que não acontecia anteriormente.

 

Os novos estatutos do ICANN, aprovados depois de uma reunião entre os comités da organização, do Departamento de Comércio e especialistas independentes, prevêem que a entidade reguladora da Internet seja uma «organização privada».

 

Comentando o acordo, o vice-presidente do ICANN, Paul Levit, considerou este um «momento gigante não só para o ICANN mas também para a Internet», que sempre criticou o facto de um organismo deste tipo ser controlado por um só governo.

 

Em Bruxelas a comissária europeia Viviane Reding, responsável pela Sociedade da Informação, congratulou a abertura do ICANN, pois irá acabar com um regime «unilateral» e criar mais olhares independentes sobre a entidade.

 

«Se for implementada de forma transparente e eficaz, esta reforma poderá ter uma aceitação alargada junto da sociedade civil, empresas e governos», sublinhou a comissária em comunicado.

 

publicado por paradiselost às 16:36

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11

24

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO