Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

29
Set 09

 Então... Hoje temos o Presidente da República a falar... Veremos sobre o que vai dizer o País... Espero que seja conciso, directo e não se esqueça de falar do caso das escutas pois, mesmo fazendo quase tudo para não aparecer na campanha, não conseguiu deixar de ser uma das figuras mais faladas e de, certamente, influenciar o resultado... Mesmo que por inércia....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cavaco Silva é também um dos mais proeminentes responsáveis do actual estado de coisas do País. É que ele também governou o nosso Portugal durante muitos anos... Dizem que foram anos muito bons... Pois. Mas, será que fez tudo para criar condições e perspectivas de futuro para a nação? 

 

E, actualmente, qual tem sido o seu efectivo contributo para o desenvolvimento de Portugal e para a criação de um paradigma de desenvolvimento nacional? Eu diria quase nenhum...

 

Aqui está também um dos responsáveis pelo clima de crispação que se vive no país... Não tem conseguido demonstrar o seu papel conciliador... É por isso que fala na importância de uma monarquia constitucional, da existência de um elo que una a nação... 

 

Cavaco vai falar. Mas será que vai dizer alguma coisa? Estamos um bocadinhos fartos dos jogos políticos da pseudo corte de Lisboa.... O país precisa de mais e o sofrimento dos portugueses merece melhor consideração. Diga tudo, seja claro ou cale-se até mais ver... AH! e diga já se vai ser candidato a um próximo mandato... Tabus, jamais...

 

MPF

publicado por Marco Freitas às 10:27

 Terminada a campanha para as legislativas, Portugal lança-se agora no campo das autárquicas... 

 

Num momento em que a nação já devia estar a concentrar-se num novo orçamento para combater a crise, temos os partidos com representação na Assembleia dedicados a mais uma campanha, que ganha particular atenção devido aos resultados das legislativas. É preciso conquistar ainda mais peso político no País.

 

Ora, tudo isto seria muito bonito se não tivéssemos em mãos uma das piores crises de sempre da nação. Uma crise que já ultrapassou em muito o simples factor económico e financeiro. Temos uma crise social, política e de alma. O país está pouco saudável. 

 

É preciso fazer mais pela nação. O voto popular nas legislativas, tão bem distribuído, quer significar precisamente essa vontade de colocar em debate todas as forças para, em consciência e com responsabilidade, definirem um rumo orientador para Portugal.

 

O povo já falou, e bem... Agora, o que falta são os intervenientes políticos entenderem a mensagem e responderem afirmativamente. 

 

Marco Freitas

publicado por Marco Freitas às 09:51

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
25
26

27
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO