Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

05
Jul 10

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, escolheu esta segunda-feira para presidente da France Télévisions (audiovisual público) Rémy Pflimlin, exercendo um controverso direito concedido por uma lei de Fevereiro de 2009.

 

O nome do escolhido foi anunciado pelo Palácio do Eliseu. Rémy Pflimlin, de 56 anos, actualmente presidente de um organismo de distribuição (Presstalis), sucederá a Patrick de Carolis que presidia desde 2005 à «holding» que agrupa os canais de televisão France 2 e France 3.

 

Anteriormente, os dirigentes do audiovisual eram nomeados pelo Conselho Superior do Audiovisual, autoridade reguladora do sector, cujas decisões devem ser independentes do poder político.

 

Apesar das críticas sobre os riscos da interferência política nos 'média', Nicolas Sarkozy tem defendido que o Estado deve exercer a sua responsabilidade de accionista nos canais públicos e fazer as respectivas nomeações.

 

Nicolas Sarkozy utilizou este direito pela primeira vez em Maio de 2009 quando nomeou o jornalista Jean-Luc Hees para chefiar a Radio France.

publicado por paradiselost às 22:40
editado por Marco Freitas em 25/01/2013 às 16:27

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO