Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

02
Nov 09

(João Gomes Oliveira)

 

O director-geral do Sporting de Braga vai apresentar uma queixa-crime contra Luís Filipe Vieira e Rui Costa, presidente e administrador da SAD do Benfica, tendo revelado que recebeu "ameaças que colocam em causa a própria vida".

 

João Gomes frisou, à agência Lusa, que a queixa-crime é em nome pessoal: "Fui insultado e denegrido na minha honra e bom-nome. Houve ainda ameaças que colocam em causa a minha integridade física e a minha própria vida quando o Sporting de Braga se deslocar ao Estádio da Luz", revelou.

 

Segundo o dirigente bracarense, Luís Filipe Vieira, para além de o "insultar e ameaçar verbalmente em alto e bom som, só não partiu para a agressão física" porque João Gomes não respondeu "e porque, nesse momento, chegou ao local o presidente do Sporting de Braga, que acalmou a situação".

 

O responsável revelou ainda que "Rui Costa, no intervalo da partida, feriu a honra e dignidade do Sporting de Braga com palavras produzidas num local onde se encontravam agentes da autoridade".

 

"Uma atitude que é uma das suas imagens de marca nos túneis dos estádios de futebol um pouco por todo o país a avaliar pelos castigos que lhe foram aplicados pela Liga na época passada e por acontecimentos recente", apontou.

 

O director-geral do clube líder do campeonato diz, contudo, "não confundir a instituição Benfica com os seus actuais representantes, sendo de lamentar a postura e comportamentos indecorosos e inqualificáveis, que não se compadecem com a respeitabilidade que aquela instituição desportiva merece".

 

A queixa-crime vai ser interposta com base nos acontecimentos verificados no intervalo e no final do jogo entre as duas equipas, sábado, da nona jornada da liga de futebol, que terminou com a vitória dos minhotos (2-0) e que ficou marcado pela grande confusão à entrada para o túnel, no final da primeira parte.

 

Dela resultou a expulsão de Cardozo, do Benfica, e André Leone, do Sporting de Braga, e jornais de hoje revelam que o clube da Luz tenciona apresentar uma queixa-crime contra desconhecidos junto do Ministério Público, por uma alegada agressão a Ramires por parte de um elemento da empresa de segurança privada do Estádio Municipal de Braga.

publicado por paradiselost às 18:36

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
19
21

24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO