Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

03
Dez 08
Jornais.gif

O segmento de imprensa diária portuguesa deverá gerar receitas de 237 milhões de euros em 2012.

A estimativa é avançada pela PricewaterhouseCoopers (PwC) no estudo “Global Entertainment and Media Outlook: 2008-2012” e, a confirmar-se, representará uma taxa anual de crescimento de 0,9% nos proveitos globais deste mercado.

De acordo com os números avançados no estudo, este crescimento será suportado pela evolução das receitas publicitárias, que deverá crescer a uma média anual de 3%, para valores totais na ordem dos 117 milhões de euros em 2012.

Nas edições impressas, a PwC estima que a publicidade cresça 1,9% até 2012, para mais de 99 milhões de euros.

No suporte online, as receitas comerciais dos jornais diários deverão duplicar e atingir valores próximos dos 10 milhões de euros.

Em contraponto, as receitas geradas pela venda em banca e pelas assinaturas deverão recuar 0,9% até 2012, atingindo os 120 milhões de euros.

Uma quebra de 5 milhões face às receitas de circulação previstas para 2008, justificada pela tendência de quebra de vendas que a imprensa diária vem apresentando e que deverá atingir os 2,4% até 2012
publicado por Marco Freitas às 12:34

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
18
20

21
22
24
25
26
27

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
blogs SAPO