Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

24
Jan 13

A ler no SEMANÁRIO BRAGA

 

A Falácia da Utopia

 

Nos últimos dias temos assistido a um corridinho de notícias na nossa bem-amada democracia. Mas vamos deter-nos na reforma do nosso Estado. O actual governo de coligação resolveu, e bem, iniciar a reforma do Estado.

 

... Os cidadãos portugueses, já brutalmente carregados de impostos e de sobretaxas sobre impostos, ficaram assim mais uma vez à margem da construção do futuro Estado Social que a todos interessa. Mas como já estamos habituados a este modus operandi do actual governo da coligação, só nos resta ir ao wikipédia e tentar perceber o que significa “Chatham House Rule”. A partir daqui, o cidadão comum, aquele que só serve para pagar impostos e ser ignorado das discussões do seu próprio futuro, fica a perceber a subtileza deste governo na forma de censurar e colocar a população portuguesa à margem de todo este processo. As cabeças pensantes da nossa democracia acham-se donas da verdade, mas de cada vez que tomam decisões lançam o pânico sobre quem trabalha e baralham cada vez mais as pessoas. Chegam tarde às boas decisões, não resolvem problemas às populações e apenas adiam as verdadeiras soluções. O distanciamento e o autismo que a coligação demonstra não augura nada de bom. A Utopia que queria construir começa a ruir pela base, porque não tem em consideração essa mesma base da sociedade. Podemos concluir que sociedade a construir não passa de uma falácia.

 

publicado por Marco Freitas às 16:14

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
23
26

27
28
29
30
31


Contador de Visitas
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
Logo do astrisco*comunicar
blogs SAPO