Comunicar pode ser fácil... Se no tempo que a vida nos permite procurarmos transmitir o essencial, desvalorizar o acessório e contribuir, num segundo que seja, para que a mensagem se assuma como tal e não como um universo de segredos...

07
Set 11

 

 

(Artigo publicado a 2 de Agosto no DNM) 

 

Jornalismo está ferido. O rastilho foi a polémica do News of the World. Mas, segundo a BBC, outro jornal pode estar envolvido no escândalo. Ambos casos de polícia e de mau Jornalismo, são, principalmente, reflexo de uma sociedade sem norte. Em Portugal, a lista de polémicas a envolver empresas de comunicação social ou jornalistas já é considerável.

 

A abordagem do tema é complexa e polémica, como prova o argumento de que os críticos do Jornalismo são contra a liberdade de expressão. Por isso, de forma telegráfica, proponho algumas questões para reflexão:

 

- Mais do que nunca, o "4º Poder" extravasa o papel de moderador, cria e manipula acontecimentos. A pseudo-verdade veio para ficar?

 

- Andy Carvin, conhecido pela gestão que fez no Twitter da informação dos protestos no Médio Oriente e Norte de África, diz que está a analisar se "é preciso criar um produto final de toda a informação" que recolhe. É o fim dos suportes estáticos?

 

- O aumento da publicidade na NET, a efervescência gerada por blogs, sites e redes sociais (ex.:Wikileaks), são aspectos ainda por assimilar. Renato Póvoas, conceituado blogger, recorda que as "redes invisíveis ganham cada vez mais dinâmica e importância, pois existe muito ruído nos meios de comunicação social".

 

- O jornalismo de cidadão é mais do que o conceito que os media exploraram para valorizar as suas edições online. É a democratização da informação, sem a pressão das estruturas.

 

- Um estudo do OBERCOM diz que, em 2010, a leitura de jornais em várias plataformas caiu 3,5%.

 

Como muitos, posso duvidar da eficácia dos media para estar correctamente informado, mas não da importância do Jornalismo. A viver no fio da navalha, esperava um movimento de reflexão, amplo e rigoroso, sobre o seu papel na sociedade. A agenda está cheia?!

 

Marco Freitas

(artigo publicado no DNM)

publicado por Marco Freitas às 11:41

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Contador de Visitas
Sobre mim e autores
pesquisar
 
links
Logo do astrisco*comunicar
blogs SAPO